sábado, 31 de dezembro de 2011

É hora de se despedir do velho para receber um novo ano e uma nova oportunidade. Planejei deixar muitas coisas neste ano que passou, mas o que mais deixarei é a saudade que tenho de alguém que amei profundamente. Uma mãe e amiga. Ainda hoje choro da saudade que sinto desde do dia que partiu..
Amanhã já é 2012, fico me perguntando se de fato muda alguma coisa, para mim procuro viver um dia de cada vez, mas não deixo de criar sonhos e anseios para serem alcançados.

VAMOS BRINDAR O AMOR!
VAMOS BRINDAR AS AMIZADES QUE CONQUISTAMOS
VAMOS BRINDAR OS APRENDIZADOS QUE LEVAREMOS PARA UMA VIDA TODA!
VAMOS BRINDAR A FAMÍLIA QUE TEMOS!
VAMOS BRINDAR A COMPAIXÃO!
VAMOS BRINDAR A SOLIDARIEDADE!
VAMOS BRINDAR OS ENCONTROS E OS DESENCONTROS!
VAMOS BRINDAR A DEUS!
VAMOS BRINDAR A VIDA!
E EU BRINDO A VOCÊ QUE COMPARTILHA COMIGO UM POUCO DAS MINHAS EXPERIÊNCIAS E IDEIAS! QUE TROCA COMIGO UMA ENERGIA QUE SE MOVIMENTA E SE
TRANSFORMA EM AMOR EM PROL DE UM UNIVERSO MAIS LIMPO.
SEJAMOS FELIZES E ESTEJAMOS FELIZES!
Magali Pastore

Amanhã estarei por aqui, pode contar com isso =)

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Estamos quase lá..

Falta apenas um dia para a chegada do novo ano. 

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

E ai?

De repente um belo dia você depara com a verdade mais profunda do seu ser. Entende que muito dos comportamentos são repetições de padrões confusos que ensinaram. Então, você se pergunta: Por que tinha que ser assim? Por que não de outra forma?
Então, você começa a pensar como mudar tudo dentro de você e toda a sua vida.
       No inicio, seus pensamentos e sentimentos se confundem. Vem a tona tudo aquilo que estava oculto em você e por algum tempo a sensação é que não saberemos o melhor caminho a seguir.
Neste momento, pare, pense e medite.
Aprendi que o tempo faz milagres, basta apenas deixar nosso coração aberto para as experiências que a vida nos oferece.Não crie expectativas com relação a você e muito menos em relação aos outros. Cada pessoa só pode nos oferecer o que tem e as vezes o que tem não nos basta. Nos fará sofrer.
No processo de volta, ame a si desesperadamente. Não se condene. Não se julgue. Se perdoe quantas vezes forem preciso.
E nos dias mais aflito da sua vida. Lembre-se UM DIA DE CADA VEZ E AMANHÃ SERÁ MELHOR.Sempre existe o dia seguinte.
Neste caminho não é necessário estar só. Deus estar com você, Seu Anjo de Guarda e muitos irmãos que a amam incondicionalmente e que torcem para que você evolua e encontre o caminho.
Não te digo que é fácil, mas vale a pena. Se deparar com nossas mazelas muitas vezes nos machuca, mas nos cura. Nos ensina a entender que merecemos o melhor e faz com que aprendamos a não aceitar qualquer coisa, qualquer situação.
Boa Sorte em sua caminhada!

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

nuances...

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

PSIU! SILÊNCIO!

Há dias que me perco no mundo das palavras...
De mim, saem palavras de amor, de dor...
Tantas ideias transbordam, busco um sentido
um pensamento, uma visão.
Palavras que se tornam frases. Frases que se transformam 
em textos e textos que se transformam em um pedaço de mim.
Hoje em mim as palavras estão em silêncio, 
vivencio um momento de sensações.
Apenas sentir com a alma.

domingo, 11 de dezembro de 2011

Um pouco de mim para você...

Muitos daqueles que ler meus post não me conhecem, outros conhecem um pouco de mim ou aquilo que me revelo. Não é muito fácil se mostrar para ninguém, nem mesmo para a gente. Para aqueles que não sabem, faço terapia e para mim foi a melhor escolha que fiz na minha vida.
Diante de tantos acontecimentos pelos quais vivenciei, a minha tábua de salvação foi fazer análise. Escolhi a psicologa e fui sozinha buscar um caminho para minha vida.
Estava vivendo um momento de turbulência dentro de mim, sem saber a direção seguir. Então, apenas fui adiante. Sempre vou, nuca deixo de ir por mais doloroso que seja a situação que esteja enfrentando.
No decorrer deste quatro anos que faço terapia, passei por momentos de altos e baixos; alegrias e tristezas, perdas e ganhos; razão e sensibilidade; sanidade e loucura; mas acreditem, eu nunca perdi a fé.
Embora não entenda alguns caminhos que Deus nos propõe, ainda assim acredito que ele seja justo. Embora quando coloque minha opinião, não concorde com ele. rs.
Tive muitas fases, várias transformações. Quando vejo minhas fotos, dou risada de mim mesma. Tive um tempo que ri de mim mesma era uma grande ofensa, mas tudo modificou em mim.
Sentia uma dor dentro de mim, que me sufocava e me tirava o eixo da minha vida. Tive fase de rebeldia e revolta e ainda assim continuei seguindo em frente.
Descobri que muitos dos conceitos que estavam enraizados em mim, estavam equivocados. Descobri também que modificar o padrão de pensamento leva tempo, um dia de cada vez, um pouco muitas vezes é muito. E neste caminho, o que mais me deixou feliz, foi perdoar quem havia me machucado e me ferido.Não justifico o erro, mas de que adianta alimentar em mim um sentimento que não me acrescentará em nada.
Sou hoje uma pessoa feliz. Aquilo que ainda não foi modificado esta sendo aos poucos ajustado. 
No meu caminho de volta a mim mesma, tive sorte de encontrar pessoas que me amaram profundamente, que me ensinaram que sou amada por Deus. 
Voltei a estudar, fui fazer jornalismo que preencheu também a minha vida e me fez redescobrir uma parte adormecida. 
Nada é fácil, mas vale a pena seguir em frente. 
O importante é identificar o caminho que vai ajudar seu coração se encontrar com você mesma. E libertar a partícula divina que existe em você.
Se precisar de ajuda, estou por aqui. Sou grata por fazer parte da sua trajetória. 





Muita Luz para você!
Axé!
Magali Pastore

sábado, 10 de dezembro de 2011

Vamos jogar?

Um belo dia você se depara com o inesperado e de repente sem notar estar num jogo envolvente, que talvez não venha a ter ganhador, apenas uma grande derrota pessoal. Até que ponto vale a pena?
No decorrer da nossa caminhada encontramos diferentes tipos de pessoas que convivem conosco. Seja em um ambiente de trabalho ou em um lugar mais informal. Inventamos um personagem, não nos mostramos como somos  e atuamos através dele.
Image Google

Fomos ensinados um código de comportamentos. Aprendemos para que sejamos aceitos e não rejeitados no ambiente que fazemos parte. Falamos coisas que irá agradar o meio que estamos inseridos e não vamos dando conta que somos atores de nossa própria vida.
O que acredito como interessante é que um belo dia você descobre que estar mais só do que nunca, que nunca teve ninguém próximo a você que pudesse compartilhar um sentimento de amor. Porque reafirmo que amar o próximo é complicado. Levamos a maior parte da vida para descobrir que o primeiro amor antes de tudo é a nós mesmo.
Como a vida é um jogo, uma troca constante e um caminho muitas vezes dolorosos e solitários. Isto não quer dizer que neste caminho, você não encontre alguém para estender a mão, mas ainda acho que precisa de um limite para estabelecer uma amizade saudável.
Aprendi que podemos encontrar almas afins que possamos estabelecer vínculos de afeto, mas aprendi que Deus é o nosso amigo verdadeiro, muitas vezes o questiono(rs), quem me conhece sabe que sim, mas acho que no final há uma mão amiga que te impulsiona para seguir em frente, acalenta seu coração e te oferece outros caminhos que fará surgir em seu coração a tal da esperança.
Não acredito que iremos deixar de jogar, porque a vida é um jogo. Uns querem ganhar e assim vai acontecer e outros irão perder, chorar e sofrer. Para este acredito que estes momentos difíceis são para fortalecer dentro de si, a certeza que merecemos o melhor e que precisamos acreditar.
Não acreditem em tudo que te dizem e nem permita se sentir inferior a alguém. Aprenda a jogar o jogo da vida, sabe como:
OBSERVE AS PESSOAS E SEUS COMPORTAMENTOS.
Para mim as entrelinhas sempre foram uma grande escola. Doía saber que as entrelinhas mostrava de fato o que as pessoas eram e como iriam agir em determinadas situações. Por mais difícil que seja, não julgue, ame-as e as perdoem por mais difícil que seja. No meu caso, não sei se aprendi a perdoar totalmente, mas procuro esquecer a existência destas pessoas. Entrego para que Deus faça o que achar certo.
Procuro descobrir que lição devo aprender e sigo em frente. Por mais doloroso que seja: DEUS AMA ATÉ NOSSOS INIMIGOS,  e diante de tudo beneficia ele por sua graça e sua misericórdia. Não questiono mais, (risos), apenas sigo em frente.
Decida o jogo que irá jogar na vida e se torne mestre. Boa Sorte!

domingo, 4 de dezembro de 2011

Queria ter um amigo...

Queria ter um amigo em que pudesse compartilhar minhas dores, meus desamores e minha solidão.
Queria ter um amigo,
que eu pudesse ligar e falar sobre qualquer assunto, sem restrição.
Queria ter um amigo,
que estendesse a mão, que me protegesse e me ajudasse acreditar que tudo daria certo.
Querer ter um amigo,
é um pedido tão pequeno, tão singelo,
mas tão difícil.
Então, um dia desistir.
Me fechei em silêncio e solidão.
Um belo dia apareceu, um anjo de Deus, que sorriu para mim, me estendeu os braços
acalentou meu coração e me deu esperanças.
Era meu anjo de guarda que se fez presente.
Só eu o vejo, apenas o sinto e compartilho deste amor e desta lealdade.
Luz!

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

EU E VOCÊ

Image Google


NÃO ME DISSERAM QUE ERA ASSIM.
NEM QUE SERIA DE REPENTE.
NÃO TIVE TEMPO. MAS JÁ ERA O MOMENTO.
NÃO DEI POR MIM E NEM PERCEBI.
LÁ ESTAVA VOCÊ, COM SEU JEITO, SEU CHEIRO.
LÁ ESTAVA VOCÊ EM MIM...
COMPARTILHEI COM VOCÊ O MEU CORAÇÃO.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Fé x Religião

Ultimamente tenho encontrado pessoas de diferentes meios que tem em comum o questionamento sobre ter ou não uma religião, além de pertencer ou não a ela. Bem, muito se fala sobre intolerância religiosa, sobre a importância de respeitar as crenças alheias, mas será que de fato existe um respeito?
Image Google

Já estive em diferentes religiões que você imaginar, participei de algumas delas, mas hoje me identifico espiritualista. Faço parte de um lugar, ali me encontrei.
Não sei como você ver Deus, Jesus Cristo, Buda ou tantos outros líderes religiosos que apareceram no decorrer da história. Acredito que o vínculo que se estabelece com cada um destes são pessoais e intransferíveis. Cada pessoa que conheço me faz acreditar que ter fé ou ser alguém de fé é individual e então me pergunto:
Para que se discutir fé e religião? Levando em consideração que possui significados diferentes, ainda assim até a interpretação é individual. Não há a certeza de nada, do que é real ou imaginário. O que fico preocupada é quando encontro pessoas que discutem a fé das outras e leva ao extremo de odiar o outro por não fazer parte da mesma linha de pensamento. Para mim tudo é importante e válido. Procuro não fazer valor de julgamento ao ser humano.
Não sei se é certo ou errado, o que sei é que mais importante de tudo é aprender o respeito ao próximo. É acreditar que relações humanas precisam de limite e consideração e muitas vezes temos comportamento que agride o próximo e a nós mesmo.
Para mim religião não faz sentido, mesmo com o propósito de religar as pessoas, apenas funciona para estabelecer ligações entre pessoas com a mesma crença.
Então, voltamos ao ponto inicial. A intolerância, o julgamento, o egoísmo, a vaidade que fazemos questão de colocar na frente quando tentamos impor aquela verdade como única. Mas que verdade é esta?
Sempre pergunto as pessoas: você viu Jesus Cristo ser pregado, crucificado e apedrejado? Porque eu não vi, mas as pessoas acreditam na fé dos ensinamentos que estão ai na Bíblia Sagrada.  Que através de parábolas descreve uma vida, uma morte e uma ressurreição.
Fé algo que não se vê e não se pode tocar, apenas sentimos em nós da nossa forma e com aquilo que decidimos acreditar.
Viva a cada pessoa e sua fé individual.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Porque amar alguém é tão doloroso?

Não ensinaram a ela que a vida é uma oportunidade. Se jogara a primeira ilusão e machucara profundamente seu coração. Mariazinha, chorava pela dor do abandono. Não entendia que o para sempre não existe.
Mariazinha só pensava em sua dor, não sabia como arranca-lhe o que ia na alma. Vagava pelas ruas, com um olhar distante e um semblante perdido consumida pela dor, pela indiferença e pela solidão que agora era parte dela.

Image Google


Porque amar alguém se torna algo tão doloroso?
Quando falamos de amar e de amor parece ser fácil vivenciar este sentimento que existe desde que mundo é mundo. Existem muitas teorias a respeito, prateleiras de livros com explicações sobre a forma de amar.
Porém, não existe forma ideal para o amor. A gente só aprende a amar, amando; experimentando e muitas vezes se machucando.
Mas antes de aprender este amar o outro porque não começamos amando a nós mesmo?
Inicialmente parece fácil, mas a parte mais dificil começa com a decisão de nos tornamos a prioridade nas nossas vidas.  Adquirimos lucidez aos poucos e neste aprendizado entendemos a importância que amar a nós é nossa missão.
Viemos aprender isto. Decidido entrar nesta viagem, precisamos aprender a ser paciente e amoroso conosco. É fundamental e importante.
De repente, estamos frente a frente com nosso eu mais profundo, eis, o começo da jornada  nesta existência.
Afloramos aos poucos em nós, nossas experiências de vida, nossos traumas e tudo que escutamos na infância sobre o certo e o errado.
Eu não acredito muito em certo ou errado.Acredito sim, que tudo é uma questão de ótica.
Parece fácil olhar por este angulo, mas não é. Acredite. Imagine deparar com pessoas que nos machucam e na sua concepção acredita estar agindo corretamente.
Assim restam, muitas dores com marcas profundas.Sentimentos que terminamos carregando por atitudes talvez inconscientes.
Penso também que consciente ou inconsciente o universo ensina os limites que precisamos.
Mas e nós, o que de fato achamos? no que realmente acreditamos? o que de fato queremos?
Decida isto, interiorize em você e acredite que o universo conspira a seu favor.
Não existe resposta na verdade e muito menos fórmula para aqueles que querem amar, o que acredito que existe é a vontade de querer ser feliz. De transbordar amor e compartilhar com este alguem.
Seja feliz! Esteja Feliz!
E acima de tudo seja sua própria companhia.
Dia de Luz para você!

sábado, 19 de novembro de 2011

Você sabe dizer não?

Qual melhor momento de dizer não?
Ainda não descobri se existe, mas sei que em um determinado momento você aprende e descobre o que quer e o que não quer.
Então, tudo faz a diferença.
Dizer não, muitas vezes não é fácil. Carregamos em nós um medo de sermos rejeitados e isto dificulta a escolha mais importante: decidi parar, colocar limites e fazer entender como de fato você é.
Imagem Google

No primeiro instante aqueles que já estão habituados ao seu comportamento vão estranhar e até mesmo se afastar, mas a partir daí que você saberá quem de fato continuará a seguir a vida com você.
Estranho, deixar para trás quem acreditamos que estará sempre conosco, mas é necessário para crescemos e fazer a diferença na nossa vida.
Toda escolha é feita de perdas e ganhos. Quem escolhe sempre ganha algo, porque tomar a decisão, se posicionar diante da própria vida já é um valioso presente para si.
De repente, observa que durante anos suas vontades e anseios não correspondiam a quem de fato você é. Tudo parece sem sentido e quando você se depara consigo mesmo, se pergunta:
Quem sou? Onde estou? E para onde quero ir?
Na maioria das vezes você não tem a resposta. Olha para trás e não reconhece a si mesmo, porque o personagem criado não é quem de fato você é.
Para você, deixa de ser importante o que as pessoas pensam ou falam ao seu respeito, é como se só então você entendesse que precisa fazer algo da sua vida. 
Percebe que levou tempo demais tentando satisfazer os outros e esqueceu do que você realmente gosta ou quer.
Não importa mais lamentar o que passou, acredite que foi o tempo necessário para interiorizar o que você de fato não quer mais para si.
PARE, PENSE E RECOMECE.
Antes de tudo por você. Terão dias que serão dificieis, dolorosos e complicados. Mas sempre acredite que amanhã será melhor. Tudo pode se transformar e conduzi-lo para o encontro consigo mesmo. E creia será o melhor encontro da sua vida.
Sucesso no caminho!

Magali Pastore

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

TEMPO

Preciso de tempo para me acostumar...
E agora já faz tempo...
Depois de tanto tempo, ainda espero o tempo...
Olho as horas e parece que o tempo não passou,
mas que engano, o tempo passou
mas a dor ficou...

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Dia lindo!!!


segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Sua vida é como você quer?

Em algum momento da sua vida, você já parou para pensar que a sua vida não estar do jeito que você quer?

Provavelmente algumas vezes, ou melhor, milhares de vezes já deve ter passado pela sua cabeça. O problema é quando você não sabe o que deve mudar e o pior é quando você não sabe como. É preciso ter a coragem para acreditar que toda mudança vale a pena e ter a consciência que precisa fazer acontecer.
Mas, em que momento descobrimos que é hora de mudar?
Certamente na maioria das vezes não nos damos conta que é a hora, porque a hora é agora, se faz presente a todo momento.
Penso muito a respeito e acredito que a hora é quando nossa voz interior nos grita, nos sacode e a vida em si nos oferece situações que é preciso crescer, modificar.
Todos os dias encontro pessoas que me ensina tantas coisas, que algumas vezes mostra o caminho, mas que não adianta por que em mim ainda não conseguir escutar minha própria voz.
Os fantasmas estão em mim. Vou ao extremo do meu limite e muitas vezes ainda é dificil se jogar, se libertar, se permitir.
Quando a vida faz acontecer, reagimos bravamente, sem nem saber se o caminho é aquele mesmo. Apenas seguimos e rezamos (alguns) para que estejamos fazendo o certo.
Conhecedor que não existe o certo ou errado. A realidade e a mentira. Quem conta o conto, traz a sua verdade para compartilhar com outras pessoas.Uns se identificam e outros não,e o que fazemos?
Continuamos seguindo. No meu caso, canto uma canção que toque meu coração e que me ajude a vencer minha própria barreira.
Compartilhar! Desenvolver! Evoluir.
um beijo,



quarta-feira, 19 de outubro de 2011

sempre eu e você...

 
Era noite, o silêncio era apenas interrompido pelo barulho do mar. Sentia o vento em meu rosto e sua mão a tocar minha pele.
Sua respiração no ritmo da minha, em um momento de encontro.
Era apenas eu e você. Não existia um silêncio entre nós, vivenciavamos um momento de sintonia.
Encontrara uma parte de mim que estava adormecida e encontrara alguém para compartilhar esta minha parte.
O amor estava no ar, estava no beijo, estava no cheiro.
Não importa o amanhã, a única coisa que queria era estar com você.
Deitar em seus braços e me acalentar com a outra parte de mim.






sexta-feira, 14 de outubro de 2011

PARE E PENSE...

Google Imagem
Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato.
E então, pude relaxar.
Hoje sei que isso tem nome... Auto-estima.
Quando me amei de verdade, pude perceber que minha angústia, meu sofrimento emocional, não passa de um sinal de que estou indo contra minhas verdades.
Hoje sei que isso é...Autenticidade.
Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.
Hoje chamo isso de... Amadurecimento.
Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo.
Hoje sei que o nome disso é... Respeito.
Quando me amei de verdade comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável... Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo. De início minha razão chamou essa atitude de egoísmo.
Hoje sei que se chama... Amor-próprio.
Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos, abandonei os projetos megalômanos de futuro.
Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo.
Hoje sei que isso é... Simplicidade.
Quando me amei de verdade, desisti de querer sempre ter razão e, com isso, errei muitas menos vezes.
Hoje descobri a... Humildade.
Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de preocupar com o futuro. Agora, me mantenho no presente, que é onde a vida acontece.
Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é... Plenitude.
Quando me amei de verdade, percebi que minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.
Tudo isso é... Saber viver!!!
Charles Chaplin

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

pedaços de mim...

Estive um tempo ausente. Uma ausência de mim mesma. Não encontrei no caminho o que procuro, porque dentro de mim oscilam os meus desejos e ânsias.
Parece que a vida tem um limite, não acredito que há, mas existem regras a serem cumpridas.

Decidi escrever sobre diferentes partes de mim, talvez neste caminho me encontre totalmente.
Meu encontro é comigo mesma e minha própria essência.
Sinto saudade de mim e de tudo quando era mais fácil.
Minha lágrima caiu e se perdeu e se transformou em nada.


segunda-feira, 22 de agosto de 2011

O que de fato existe?

Será que existe?
certo ou errado?
bonito ou feio?
alegria ou tristeza?
Bom ou Má?
Amor ou Odio?
Deus ou Diabo?

Sempre que me faço essas perguntas, as respostas se tornam flutuantes e um pouco indefinidas. Não ter uma resposta é interiormente conflitante. 
Observo que tudo depende do meu estado de espírito no meu dia, e até mesmo nos acontecimentos da vida. Tem fases que tudo parece sereno e feliz, há outras que a felicidade parece distante.
Diante de tantos questionamentos aprendi que tudo é uma questão de escolher o caminho que você quer seguir. Tudo no final depende  de você.
Não posso dizer que escolher é uma tarefa fácil, mas  são estas escolhas que nos ajudam a crescer, amadurecer, aprender e evoluir. Teremos dias mais fáceis, outros serão tão dificieis e desesperadores que só a vida e o tempo para ajudar, ainda assim  é necessário fazer uma escolha e descobrir seu caminho. No final, valerá a pena. Sempre vale. Acredite. Não deixe que a vida, as pessoas, alguma crença resolva por você. Seja o personagem principal.
Acredito em você!




terça-feira, 2 de agosto de 2011

....

sorriso doce...
mãos que se entrelaçam..
olhos que se encontram..
corpos que se encaixam....
cheiro, corpo e pele...

Image Google

sábado, 9 de julho de 2011

Assista o vídeo e me conte como se sente...


Não tinha ainda assistido a este clipe e nem ao menos escutado a música, até que um amigo meu que me chamou para a balada, sugeriu esta música para animar a noite até a manhã seguinte.
O clipe é intenso e com esta batida a vontade que tenho é sair e dançar a noite toda, beber e apenas esquecer que tudo lá fora não existe. rs.
Não sei se entende este sentimento que tenho ao ouvir uma música que toca um espírito inquieto, cheio de anseios. Se o mundo tivesse para acabar era ali que queria estar, não importaria por um momento todas as crenças que tenho comigo. Quando ouço, fecho os olhos e me sinto livre por alguns momentos. 
É um sentimento revigorante, amo música eletrônica e tudo que tem batida toca profundamente meu coração. Não consigo explicar ainda porque sinto-me assim, mas tem músicas que me convidam a dançar.
É como se num dia chuvoso você pudesse sair descalça tomar um banho de chuva sem se importar com o que poderiam estar pensando. Nada faria diferença, a não ser você com você mesmo.
Esta música mostra um pouco a intensidade de mim mesma, é como se tivesse expandido a energia que trago comigo e nada mais fosse importante, além de mim e o universo.
Tomara que ao ler não fiquem assustados, mas ainda acredito que todas as pessoas tem um momento de explosão interna, uma vontade louca de não estar onde estar e esquecer todas as regras impostas pela vida, que as pessoas impõem
Dá aquela vontade de simplesmente não ouvir e fazer o que se tem vontade, mas sempre não dá.
Quando tô com a energia a todo vapor, saio para dançar a noite toda, e esta música combina comigo. Nos outros dias, pratico corrida e libero de mim todos os fantasmas que querem me fazer companhia e eu simplesmente digo que não, a vida é minha e o destino é meu e a companhia quem escolhe sou eu.
Fé e energia para todos!!!




quinta-feira, 30 de junho de 2011

Uma saudade...


Image Google
Um simples toque....
um enlace de mãos...
uma junção de vontades e desejos..
eu e você...
nosso encontro...
nosso desencontro...
ainda assim eu e vc...
seja num pensamento, numa lembrança, numa saudade.


terça-feira, 21 de junho de 2011

Sentir...



Image Google
 
Sentir os sentidos da vida...
seja pelo olfato, seja pelo tato
é um sentir que consente a alma,
que sente e pressente o que o outro
quer dizer.
Não é preciso palavras, nem gestos bruscos,
basta apenas aproximar e sentir o respirar,
o calor e  energia envolvida.
Para sentir basta estar vivo, pintar
e recriar num amor constante.

sexta-feira, 17 de junho de 2011

REVELE-SE

Não sei se devemos relevar uma mentira que contam sobre nós. Um dia deste encontrei uma pessoa que me relatou algo da minha vida que não era verdade e foi contado por uma outra pessoa que era da minha convivência. No momento inicial fiquei chateada, depois relevei e por fim ignorei. Na verdade, nós nunca ignoramos totalmente, mas neste caso especifico a pessoa em questão, não vale muito a pena. Precisa contar esta mentira até chegar o ponto que torne verdade em sua própria consciência, se é que tem em si uma.


De repente pensei em quantas pessoas diariamente encontramos que estão mentindo sobre si para nós. Passa-nos uma imagem que não corresponde ao que de fato é e ignora que talvez estejamos fazendo o mesmo.

Parece confuso inicialmente, mas vivemos num mundo em que criamos um personagem e vivemos ele. Não sei até que ponto, podemos nos revelar para as pessoas. Não existe forma ideal do ser se mostrar em sua totalidade, sempre há algo de nós que precisa estar oculto, misterioso e com suas nuances, mas a linha tênue estar em achar o tom certo do que é o ideal de ser.

Acredito que existe um limite, um momento que não damos direito ao outro invadir nossa intimidade e querer nos desnudar. E quando colocamos este direito como prioridade cabe o outro respeitar, aos que não aprenderam sobre respeito e limite, cabe a nós ensinar.

Já tive muitas perguntas que continuam sem respostas, mas que deixei de lado neste caso especifico com essa pessoa, porque a vida e o tempo foram para outra direção. Decidi interiorizar dentro de mim que as pessoas são apenas o que são e como são. Não há um ideal de certo ou errado, o que há de concreto é o limite que nós damos as pessoas.

Devemos alimentar nossa Individualidade para então expandir nossa Totalidade do ser. Quando começamos a notar os detalhes que a vida oferece, entendemos que o limite é fundamental e essencial para tudo na vida.

quinta-feira, 9 de junho de 2011

tempo, tempo

Queria ter a sensação que o tempo passou e que neste meio tempo nada restou. Qualquer situação que vivemos dependendo da intensidade deveria ter apenas inicio e fim.
Não gosto de viver a experiência do meio tempo embora seja fundamental e necessária.
Na caminhada existem momentos que são mais decisivos e que nos empurra a crescer.
Neste caso, o tempo ainda não passou e tudo se faz tão presente.
Tanta saudade, tanta dor e tanto desapego.....

Image Google


terça-feira, 7 de junho de 2011

Para uma mãe e amiga

Nos meus pensamentos a lembrança de seu rosto, do seu sorriso e do jeito doce de falar comigo. Não deixo de pensar o dia que ela me recebeu na sua vida. Eu era uma menina assustada, ferida pela vida. Não me lembro de um dia que ela não estivesse ali para estender suas mãos e acalentar meu coração ferido. Seria quase quatro anos de convivência. Ali encontrei uma mãe, uma amiga e acima de tudo alguem que me ensinou o que é ser amada incondicionalmente.
Lembro das tardes de domingo. Das conversas, dos conselhos e do bom silêncio que exista entre nós. Me sentia em casa, sempre me senti.
Mas ontem ela se foi, com certeza para perto de Deus, dos seus pais, de sua irmã amada. Deixou um vazio e uma saudade.
Como poderia pedi a Deus que ela continuasse aqui conosco, utilizou de forma proveitosa sua vida na terra, foram 86 anos de dever cumprido.
Choro de saudade da amiga que tive na minha vida, mas agradeço a Deus a oportunidade da convivência que tivemos, dos ensinamentos que me ajudaram a crescer e me transformar em quem sou.
Meu momento de silêncio hoje vai para você.
Meu muito obrigado e minha gratidão profunda.

sexta-feira, 3 de junho de 2011

fora de mim...

Alma inquieta...
Coração doído...
pensamentos confusos...
choro preso...
saudade..
lembrança...
momentos....

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Mês de Aniversário..

Junho é o mês do meu aniversário. Já fazem alguns anos que cheguei por aqui. Todos os anos faço uma reflexão sobre o que tenho feito da minha vida, se minha missão está sendo cumprida. Mas será que de fato sei o que vim aprender?
Quando me vejo hoje, tenho a certeza que estou mudando e crescendo de uma forma consciente e lúcida. Nunca deixei de evoluir, afinal ninguém deixa, mas o importante é quando você percebe e se enxerga. Descobre em você motivos para se amar, sem julgamentos e sem determinar o que é certo ou errado.
Nasci dia 13 de junho, segundo minha mãe, era um dia de festa, numa terça feira. Dia de Santo Antônio. Dia de Ogum.
Enfim, dia que se celebra alguma coisa. Celebro minha vida, meu nascimento e um novo ano com uma nova idade e também uma nova oportunidade.
Para os devotos de Santo Antônio, o mês já começou.
Para os que são filhos de Ogum, o dia 13 será comemorado também.
Para mim, nasci em um dia que considero abençoado. Me sinto protegida pelas graças de Deus.
Este mês é para refletir e fazer novos planos.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Sebastião Salgado


Sebastião Salgado é um fotógrafo de uma extrema sensibilidade. Sempre que vejo suas fotografias, me sensibilizo também, por expressar de uma forma real o que para muitos é o comum e invisível .

Biografia
   Formado em economia pela Universidade de São Paulo, trabalhou na Organização Internacional do Café em 1973, e trocou a economia pela fotografia após viajar para a África levando emprestada a câmera fotográfica de sua mulher, Lélia Wanick Salgado. Seu primeiro livro, Outras Américas, sobre os pobres na América Latina, foi publicado em 1986. Na seqüência, publicou Sahel: O Homem em Pânico (também publicado em 1986), resultado de uma longa colaboração de quinze meses com a ONG Médicos sem Fronteiras cobrindo a seca no Norte da África. Entre 1986 e 1992, ele concentrou-se na documentação do trabalho manual em todo o mundo, publicada e exibida sob o nome Trabalhadores, um feito monumental que confirmou sua reputação como fotodocumentarista de primeira linha. De 1993 a 1999, ele voltou sua atenção para o fenômeno global de desalojamento em massa de pessoas, que resultou em Êxodos e Retratos de Crianças do Êxodo, publicados em 2000 e aclamados internacionalmente.
     Na introdução de Êxodos, escreveu: “Mais do que nunca, sinto que a raça humana é somente uma. Há diferenças de cores, línguas, culturas e oportunidades, mas os sentimentos e reações das pessoas são semelhantes. Pessoas fogem das guerras para escapar da morte, migram para melhorar sua sorte, constroem novas vidas em terras estrangeiras, adaptam-se a situações extremas…” Trabalhando inteiramente com fotos em preto e branco, o respeito de Sebastião Salgado pelo seu objeto de trabalho e sua determinação em mostrar o significado mais amplo do que está acontecendo com essas pessoas criou um conjunto de imagens que testemunham a dignidade fundamental de toda a humanidade ao mesmo tempo que protestam contra a violação dessa dignidade por meio da guerra, pobreza e outras injustiças.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

interno..

intensa vida....
suave coração...
liberdade de amar...
saudade de gostar...
desejo incontrolavel...
pensamento continuo...
isto é vida,
é escolha.

segunda-feira, 23 de maio de 2011

no caminho tem...

um fato me ocorreu,
não sei de onde ele veio e nem para onde ele vai..
sei que estar agora aqui rodeando meus pensamentos,
não me deixa quieta,
não o compreendo e não sei o que quer me dizer..
o que fazer quando não tem resposta?
o que dizer quando nem sabe a verdadeira pergunta a ser feita?
Image Google


sábado, 21 de maio de 2011

razão?

alma inquieta
transbordar de emoções
turbilhão de ideias
dúvidas
insanidades,
compaixão,
extremo do eu neste
infinto particular que descrevemos
como ser.

Image Google


Distribua...

Minha alma transborda amor,
um amor que consome meu ser.
Mas o que farei com ele?
Para quem darei esta força que estar em mim?
O que será feito com ele?
Universo vasto que ainda assim comprime o amor em mim.
tira de mim e da minha alma,
distribui entre aqueles que não sabem o que é amar e nem ao menos o amor e
povoa o mundo de felicidade.

!!!!!!!!!!

"[...]Também eu me refiz de mentiras,
como se a mentira fosse a pele
que nos protegesse
 mas que, de tempo em tempo,
nos tivéssemos que desfazer."
Mia Couto
(A Varanda do Frangipani)

quinta-feira, 19 de maio de 2011

apenas nós...

uma pele macia,
um tocar de mãos,
um encontro de corpos,
seu cheiro em mim.
sua respiração em união com a minha,
suor, sede e vontade,
eu e você.
Image Google

quarta-feira, 18 de maio de 2011

desejo...

despedaça meu corpo..
dilacera minha alma...
rasga meus sonhos...
me absorve por completo
com seu desejo insano e
sua vontade arrebatadora...

Foto: Pedro Gomes


segunda-feira, 16 de maio de 2011

O quanto estendemos a mão...

É a segunda pessoa este ano que tenho a notícia que se matou. Uma delas convivi quando ainda era uma garota de 19 anos, uma senhora boa e sempre amavel e com voz mansa. O outro era um rapaz que tive a oportunidade de conviver dos meus 23 aos 29 anos. Ambos tinham em comum, a fé em Deus e a vida voltada para a espiritualidade e o divino.
Neste caminho de fé, algo aconteceu que fez com que eles ignorassem tudo aquilo que aprenderam. Não deixo de me perguntar o que terá sido que aconteceu para que tivesse uma atitude extrema de tirar a própria vida. Eu realmente lamentei por eles. Orei a Deus para que não seja tão severa a pena para aqueles que matam a si mesmo. Pedi com misericórdia, porque acredito o quanto desesperado se encontravam e tão perdidos. Acredito no Amor de Deus.
Image Google
Então lembrei que no dia que fui assistir "Nosso Lar", baseado no livro de mesmo nome, psicografado pelo médium Chico Xavier ditado pelo espírito André Luiz. André Luiz já lúcido no mundo espiritual e consciente que havia morrido, ao ser questionado sobre sua morte, ele apenas disse que a provocara e mesmo inconsciente ele também era um suicida. Aquilo me tocou muito.
Fico triste e pensativa. Onde estavam as pessoas próximas a ela que não perceberam sua aflição? Em que momento deixaram de enxergá-la? Assim é o caminho para muitos na vida.
Muito se fala de caridade, solidariedade, ajuda ao próximo, mas no decorrer da vida parece que esquecemos. Quando penso a respeito, me pergunto: Quanto sofrimento deve ter alguém para ter coragem para acabar sua vida? Mesmo assim acho que existe várias formas de morrer.
Estas pessoas especificas eram religiosos ativas em sua fé, participante, atuante e sempre prontos para  ajudar alguém.
Não devo julgar, mas é uma vida que se vai e que deixa marcas profundas para aqueles que conviveram. O quanto deve ser dificil viver com seus próprios fantasmas e seus questionamentos que terminam aprisionando.
Soube hoje, fiz uma prece para este meu amigo que fez 16 dias de falecido. Ainda levo em minha lembranças o seu sorriso, seus gestos de alegrias ao conseguir superar obstáculos. É como se tivesse ainda aqui me contando tudo aquilo que por diversas vezes me falava com felicidade no coração. Meu sentimento a sua família, sua esposa e todos aqueles que estiveram com ele até o ultimo momento. Não importa no final se alguem percebeu sua dor e angustia, uma vida se foi e por uma fração de segundo se perdeu nesta existência.




terça-feira, 10 de maio de 2011

Me deixando ir...

Hoje decidir encontrar um novo caminho, me despi do que não me serve e descobrir e encontrar outras possibilidades. Deixar ir o que temos em nós como parte de nossa vida, é dificl, mas é a melhor escolha.
Quero deixar meus sentimentos se aflorarem e penetrar em meu intimo. O mundo está ai acontecendo, muitos fatos e tantas histórias boas para serem contadas.
Image Google
Quero embarcar nesta jornada de descobrimento do outro. Delinear uma parte do humano sobre meu olhar. Não me perderei ao horizonte, ultrapassarei a essência do ser, porque ao descobrir o outro estarei encontrando uma parte de mim. Tenho muitas partes e tenhos muitas faces, umas estão ocultas e outras estão a mostra, apenas esperando para ser compartilhada.
Não existe alguem que não tenha algo para somar e compartilhar. Seja ele seu vizinho, seu colega de trabalho, a pessoa que pega o transporte todo dia com você e mesmo aquele que você apenas verá um dia da sua vida.
Um dia nos damos conta que podermos aprender cada vez que encontramos em alguem, nos minimos detalhes e nas nunces proposta pela vida.
Image Google
Convido você para estar aqui comigo neste percurso.
Um beijo e muito axé pelo dia de hoje.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

.....

Tarde boa e dia feliz!!!!
Segue um poeminha pra vc...


Não sei quantas almas tenho

Não sei quantas almas tenho.
Cada momento mudei.
Continuamente me estranho.
Nunca me vi nem acabei.
De tanto ser, só tenho alma.
Quem tem alma não tem calma.
Quem vê é só o que vê,
Quem sente não é quem é,
Atento ao que sou e vejo,
Torno-me eles e não eu.
Cada meu sonho ou desejo
É do que nasce e não meu.
Sou minha própria paisagem;
Assisto à minha passagem,
Diverso, móbil e só,
Não sei sentir-me onde estou.
Por isso, alheio, vou lendo
Como páginas, meu ser.
O que sogue não prevendo,
O que passou a esquecer.
Noto à margem do que li
O que julguei que senti.
Releio e digo : "Fui eu ?"
Deus sabe, porque o escreveu.
                                                                      Fernando Pessoa

domingo, 8 de maio de 2011

Minha Família

Arquivo Pessoal
Hoje na maioria dos lares, todos estavam reunidos para comemorar o dia das mães. No decorrer do ano, algumas vezes nos esquecemos de agradecer a Deus por aquela que nos deu a vida.
Nascer é ter a oportunidade de evolução, de crescimento e de muitas mudanças. Então escolhemos um lar para nascer e aquela que conduzirá por esta caminhada.
Mãe é um pedaço de nós. Somos parte dela independente do processo vivenciado.
Hoje já consigo enxergar um pouco de mim que tenho dela. Amo ela pela oportunidade que nos foi dada, pelo caminho que estamos traçando e por tudo que vamos superando.
Esta é minha familia. Minha mãe e meus irmãos que somam na minha história.
Meu muito obrigado!